Yoga: porque praticar

Você pode não se lembrar do que te trouxe até o Yoga- se foi buscando reduzir o estresse, perder peso ou talvez por uma simples coincidência providencial, como para quem está conhecendo o yoga neste momento, lendo esse texto.

Mas tenha certeza, começar a praticar Yoga pode ser uma das grandes escolhas da sua vida.

O que acontecerá, logo em seguida, mudará drasticamente a abordagem em relação à você, a seu tempo e também às pessoas ao seu redor.

Você não precisa estar preparado para começar, basta estar aberto.
E quando iniciar não foque somente em alcançar estados meditativos que se aproximam do transcendente conhecido como Samadhi, o estado de êxtase máximo ao qual aspiram os yogues.

Após algum tempo de yoga e meditação este estado pode vir até mesmo fora da prática no tapete (mat). Você se sentirá tão imerso e contemplativo em uma atividade, que não perceberá que o tempo estava passando, e assim terá experimentado um pequeno vislumbre de Samadhi.
O caminho ao Samadhi inicia no momento em que você decide aceitar que o Yoga faz parte da sua vida, sem colocar em si mesmo bloqueios que te impeçam de realizar a prática.

O yoga é para todos, sendo assim não acredite que exista uma postura perfeita para alcançar, pois a postura perfeita é individual e que muda a cada momento da vida.

É uma prática que ajuda a explorar a nós mesmos profundamente enquanto aprendemos a focar a mente. Conforme vamos nos abrindo internamente e nos entregando ao yoga, a cada pratica os ásanas (posturas) vão evoluindo, e isso também é individual, portanto não existe “ser bom” nas posturas de yoga.

Não se cobre, já existe pressão suficiente no mundo ao seu redor para ser bom, perfeito, fazer algo bem. Deixe o yoga fazer aflorar sua parte mais oculta e siga seu coração. Feche os olhos e deixe fluir.

Experimente. Gentilmente e sem julgamento. Simplesmente observando.

Você sentirá que o Yoga é a busca pela harmonia, e que não precisa se testar muito além de seus limites durante a sua prática. Respeitando-se, verá quando se pode dar um passo a mais, evoluindo um pouco mais a cada prática, e o que está escondido ali, naquela “fronteira interna”, se revelará. Tanto de forma física quanto mentalmente, os benefícios serão inúmeros.

O Yoga faz o seu sangue fluir de forma mais “pura” pelo corpo. Mais especificamente, os exercícios ajudam na circulação em regiões mais distantes do coração (extremidades) e vasos menores, principalmente nas mãos e pés.

A prática também fornece mais oxigênio às células, há posturas de torção que são destinadas a extrair sangue venoso de órgãos internos e permitir que o sangue oxigenado flua, melhorando o aporte sanguíneo muscular e dessa forma as tensões são liberadas.

As posturas invertidas incentivam o sangue venoso das pernas e da pelve a retornar ao coração, onde pode ser bombeado para os pulmões, para ser oxigenado.

A prática de yoga permite que tome consciência do seu corpo, sua saúde, sua mente. Quanto mais o seu corpo recebe os benefícios, mais sua mente compreende a real dimensão do yoga e que vai muito além do físico.

O Yoga te deixa mais feliz! Pois de fato, seu corpo e sua mente estarão “quimicamente felizes”.

A prática do Yoga leva ao equilíbrio das funções das principais glândulas do corpo, como por exemplo, as suprarrenais.

Essas glândulas secretam cortisol em resposta a uma crise aguda de ansiedade ou estresse para proteger o corpo, que aumenta temporariamente a função imunológica.

Porém, quando se vive por longos períodos em situação de ansiedade e estresse, os níveis de cortisol permanecem elevados mesmo após a crise, comprometendo o sistema imunológico e, a longo prazo, deixando os níveis permanentemente elevados.

Este cenário compromete a memória e podem levar a mudanças irreversíveis no cérebro.

O excesso de cortisol tem sido associado a depressão, osteoporose (o cortisol em excesso extrai cálcio e outros minerais dos ossos e interfere na formação de novos ossos), pressão alta e resistência à insulina.

Sabendo de todos os benefícios do Yoga, o que acha de começar aos poucos, fazendo algumas aulas, explorando diferentes modalidades ate encontrar uma que você se identifique?

Acredite, ela pode mudar realmente a sua vida. Basta você estar aberto para experimentar algo novo e deixar fluir.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *